«Fury», by João Botelho


Tem já algum tempo mas vale sempre a pena ver: a fúria justiceira de João Botelho contra o bota-abaixo sistemático em relação ao cinema português (continua aqui). Quase sempre vindo de gente que ou não conhece os filmes que cá se fazem, ou acha que há apenas uma forma de os fazer: a que os Multiplexes impõem, entre as pipocas e a Coca-Cola, com o resultado desastroso que se sabe para o próprio cinema americano.

Recordamos que na próxima segunda-feira, pelas 18.30 h, João Botelho será o convidado da sessão 3 do «Páginas Tantas».

Advertisements