Antiguidades de hoje (III)

As creches

«Mãe! leva-me também?»
― Não pode ser, filhinha!
«Pois deixa-me sozinha?»
― Deixo-te a outra mãe…
Que é mãe da orfandade
E como mãe te ama!
«E ela como se chama?»
― Chama-se a Caridade!

João de Deus, Campo de Flores,  1893.