«Rosita, até morrer», por Luís Bernardo Honwana

Vértice, Coimbra, vol. XXXI, nº 331-32, Agosto-Setembro, 1971.

Anúncios